LEI Nº 1.048, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1962

 

O PREFEITO MUNICIPAL DE VITÓRIA, faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

 

Artigo 1º Ficam anuladas, na importância de Cr$ 635.000,00 (seiscentos e trinta e cinco mil cruzeiros), as dotações abaixo discriminadas, da Tabela número 1, do vigente orçamento da despesa:

 

000-8.00.0/003

..........

530.500,00

000-8.00.0/008

..........

7.000,00

000-8.00.2/201

..........

20.000,00

000-8.00.2/202

..........

30.000,00

000-8.00.2/203

..........

18.000,00

000-8.00.4/409

..........

3.000,00

000-8.00.4/422

..........

1.500,00

000-8.00.4/442

..........

25.000,00

 

Artigo 2º Com os recursos financeiros resultantes das Anulações de que trata o artigo anterior, fica aberto, a Câmara Municipal, um crédito suplementar de igual quantia destinado ao reforço das seguintes verbas:

 

000-8.00.0/004

..........

60.000,00

000-8.00.0/007

..........

25.000,00

000-8.00.0/010

..........

25.000,00

000-8.00.0/012

..........

420.000,00

000-8.00.3/301

..........

45.000,00

000-8.00.3/303

..........

10.000,00

000-8.00.4/401

..........

30.000,00

000-8.00.4/405

..........

18.000,00

000-8.90.0/006

..........

2.000,00

 

Artigo 3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

Artigo 4º Revogam-se as disposições em contrário.

 

Prefeitura Municipal de Vitória, Capital do Espírito Santo, em 28 de dezembro 1962.

 

ADELPHO POLI MONJARDIM

PREFEITO MUNICIPAL

 

Selada e publicada no Departamento de Administração da Prefeitura Municipal de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, em 28 de dezembro de 1962.

 

ILÊDSON LYRIO DA ROCHA

DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO

 

Este texto não substitui o original publicado e arquivado na Câmara Municipal de Vitória.